Por que é tão caro?

Olá!!
Hoje venho com mais um texto polêmico, irei abordar esse tema diante de uma perspectiva minha na área em que venho trabalhando ultimamente que é a encadernação, a qual se trata de um ofício e não um artesanato, mas que acredito que vá de encontro com o que muitos artesãos, professores de artesanato pensam.
Sempre que posto um trabalho no facebook ou uma nova vídeo-aula na loja recebo uma chuva de e-mails e mensagens privadas perguntando o preço deles e da aula presencial quando digo, noto que as pessoas se assustam e quando não pedem desconto vem com aquela historia que queria tanto fazer, mas não tem como por falta de money, mas o mais comum é o chá de sumiço que tomam sem ao menos agradecer.
Isso assombra muitos de nós que vivemos de trabalhos manuais.
Existe um mito de que esse tipo de trabalho deve ser barato!

Sinceramente, eu não sei de onde saiu essa idéia!

Ah, mas no R$ 1,99 eu acho cada um tão lindinho!

Opa, mas ele não custa R$ 1,99 até porque nossa moeda de 1 centavo saiu de circulação. rsrs

Brincadeiras a parte as pessoas tendem a comparar um trabalho feito de forma artesanal com um feito em série por máquinas!
Dependendo da peça uma maquina pode fabricar 100 unidades em 1hora!!
Quando falamos de trabalho feito a mão estamos dizendo que foi feito por uma ou mais pessoas de forma individual, muitas vezes exclusiva, peça única, com cuidado, zelo, amor, usando materiais que não são baratos, com técnicas que não são fáceis, que consomem no mínimo 2 horas para ficarem prontas, algumas levam meses, como pode ser baratinho?
Agora irei voltar para as pessoas que ensinam as técnicas para elaborar essas peças.
(Ai como sofro nessa parte! hehehehehe)
Então vamos para uma situação envolvendo minhas formas de aulas para ver se fica claro porque são tããããão caras!

Imagine você comprando um produto por “Xis” reais ok?


Primeira situação:

A vídeo – aula.

Agora imagine você aprendendo confecciona-lo desde o corte da capa, contracapa, guarda, miolo, montagem, tecido, costura, dicas, macetes, “pulo do gato”, isso tudo em um vídeo que se você souber guarda-lo terá para todo o sempre?
Além disso ainda terá acesso a um grupo de estudo online 24hs por dia 7 dias da semana com várias informações, dicas…
 Valor da aula: 2 “Xis”

Segunda situação:

Aula presencial.
Agora imagine você num espaço com a professora te oferecendo um kit completo para confeccionar o projeto, disponibilizando seu material de apoio correndo o risco de danifica-lo,  te ensinando desde o corte da capa, contracapa, guarda, miolo, montagem, tecido, costura, dicas, macetes, “pulo do gato”, com direito a um coffe break?
Além disso tudo também terá acesso a um grupo de estudo online 24hs por dia 7 dias da semana com várias informações, dicas…
 Valor da aula: 4 “Xis”
Considere que ambos os casos envolvem gastos que você “não vê”, como: internet, luz, material incluso no kit, manutenção do material de apoio, do computador, no caso do vídeo, horas editando e subindo-o para o servidor, além da hospedagem do mesmo, no caso da aula presencial de 3 a 4 horas de trabalho que a professora está disponibilizando para atender você, o deslocamento dela até o local ou o espaço que ela está abrindo em seu ateliê para te atender, além do gasto que ela teve para aprender e o estudo que teve que fazer para poder passar de uma forma mais simples ou didática pra você.

As perguntas que não querem calar:

Será que a pessoa que irá ganhar o presente artesanal irá gostar da “exclusividade” dele? Do capricho com que foi feito?

Quantos cadernos/livros você irá vender com essa técnica que foi ensinada a você nessa aula “tão cara”?
O que parece caro eu chamo de investimento caso você queira aprender para vender e no caso do presente se eu gosto e a pessoa merece não vejo caro, vejo fazer alguém contente que irá lembrar de mim com o presente.
Sei que muitos concordarão com minha abordagem como sei também que muitos darão o contra, mas o meu intuito foi de esclarecer pontos que talvez passem batido por muitos.
Agora deixarei dois vídeos que amo e representa bem o que faço.
O primeiro vídeo levou 10 horas para editar imagine quantas horas ela levou pra fazer o produto  com o pessoal gravando?

Esse outro é de um encadernador.

Fico por aqui, desejando uma semana radiante e um mês de realizações.

Bjkitas imensas, obrigada pela visita e comentário.

Postei ouvindo: Let Her Go (Cover Jasmine Thompson)


Marcela Moreira
Designer Gráfica e Crafter

Aproveite e visite a nossa loja clicando aqui.

logo-kraft-email

Uma opinião sobre “Por que é tão caro?

  • 02/10/2013 em 13:43
    Permalink

    Texto espetacular!!!
    Minha área de trabalho é outra (o biscuit, no caso) e me deparo com pessoas achando absurdo que se cobre o justo pelas aulas e, em contrapartida, vejo muitos "professores" se vendendo a preço de banana.
    Outra vez fiz um post sobre isso comparando ao preço que paguei pela faculdade… ou seja, num investimento que fiz em minha capacitação. O que eu vejo é que se eu cobro X por uma peça, as pessoas querem aula a X/10. Na facul, pagamos "caro" e o retorno vem ao longo de anos… não em um único trabalho (ou ao menos não no primeiro)… pq no artesanato haveria de ser diferente?
    Os valores estão distorcidos e isso é uma via de mão dupla: há alunos mal acostumados e professores errados que ficam dando desculpas: "ah… as pessoas não valorizam…"
    Se eu sou aluna e fico desmerecendo o trabalho do professor, consequentemente terei meu trabalho desvalorizado e, se eu sou professora e cobro aquém pelo meu ensinamento, jamais serei respeitada. Lei do retorno.
    Parabéns pelo texto!!

    Resposta
  • 03/10/2013 em 13:29
    Permalink

    Este é um dilema mesmo?! Mas percebo que muitas pessoas valorizam e muito o trabalho personalizado e individualizado e outras até valorizam mas de fato não tem como pagar a aula ou comprar um produto…o que não acho legal, e concordo com você, é quando a pessoa desvaloriza!!! Isto é cruel. Uma questão é: não tenho como pagar. Outra bem diferente é: seu trabalho não vale o preço!!!!
    Eu tenho uma dificuldade danada de colocar preço nas poucas peças que vendo, mas estou exercitando isto valorizando o tempo de trabalho, a dedicação, enfim tudo que "não é visto" ou percebido, além do material..
    Gostei demais do texto!!!

    Beijos, ótimos trabalhos, vendas muitas e beijo no coração

    Resposta

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: