Papo Reto: Sendo Minimalista

Oi gente!!
Geralmente as segundas-feiras é dia de vídeo por aqui, mas semana passada foi corrida e não deu para gravar e como não gosto de falhar com as postagens hoje vou comentar com vocês uma situação que está tomando conta de um número cada vez maior da população, muita gente está sendo Minimalista, se isso é novidade para você pra mim já é uma prática há anos.
Sim sou quaaaase uma minimalista e confesso que não sabia.
Ser minimalista é saber viver com o que realmente precisa abrindo mão do supérfulo.
Se engana quem pensa que ser minimalista é viver precariamente ou ser pão duro, um exemplo: se eu tenho o efeito que quero nos meus cílios usando um tipo de máscara, por que eu preciso ter uma dúzia de outros tipos rodando por aqui, enchendo minhas gavetas?
Fato é que a mídia brasileira nos enchem de propagandas fazendo com que inclusive a classe C, que passou a ter um poder aquisitivo melhor que há algumas décadas atrás, passasse a ser mais consumidora e com isso encherem seus armários, com coisas na verdade inúteis, desnecessárias.
Ser minimalista é um estilo de vida e já falei, não fixe a idéia de que você deve desfazer de tudo o que tem, se mudar para um espaço bem menor e abrir mão da tecnologia e outras “mordomias”, para ter esse estilo de vida.
Basicamente é se livrar dos excessos e se concentrar no que é importante para ter a liberdade e ser feliz com sua realização pessoal.
Muitas vezes associamos nossa realização pessoal a ostentar coisas caras em quantidades desnecessárias.
Acreditamos que somos livres para termos tudo isso e que não se trata de excesso e sim “eu POSSO ter tudo isso!”
Na verdade acabamos sendo escravos do consumismo desenfreado e o que pensamos sobre a liberdade de escolha, acaba sendo “eu NECESSITO comprar/ter para mostrar aos outros.”
Ma, porque você está falando sobre isso?
Bem, a partir do momento que fiz vídeos e postagens mostrando coisas que consumo, quando eu dei uma parada eu recebi algumas mensagens perguntando por que eu não posto mais essas coisas, ou querendo saber o porquê ede eu não ter comprado mais materiais, ou por que uso um produto tão barato… enfim, de forma indireta questionando o fato da ausência da ostentação no blog, por isso estou aqui falando, a respeito desse estil de vida que eu mal sabia que tinha e estou amando saber.
Gente, eu sempre fui uma pessoa minimalista, enquanto amigas da faculdade gastavam rios de dinheiro todo final de semana com roupas, sapatos, acessórios, eu sempre comprava ou uma blusa, ou um sapato, ou uma calça, ou seja, quando eu comprava era o mínimo, o que eu realmente precisava e assim sou até hoje, compro o que preciso, não por estar em oferta ou para ostentar, compro o que eu quero porque eu preciso.
Quem convive comigo, sabe que meu celular é um tijolinho, porque raramente eu o uso e é só mesmo para receber ligações, meu tablet é o mais simples, não tenho tooodas ferramentas que as pessoas acham necessárias para um bom trabalho, usei por muito tempo minha webcam para gravar meus vídeos…
E hoje em dia lendo sobre ser minimalista, vejo que quanto mais conscientes somos daquilo que realmente precisamos, que é necessário, passamos a tomar decisões mais conscientes, nos libertando muitas vezes do modismo, das dívidas, do se sacrificar para ser aceito num grupo, enfim nos tornamos verdadeiramente livres.
Vejam, não existe uma regra para ser minimalista, não existe um exemplo, pois cada um sabe o que é importante para si mesmo, eu não preciso gastar rios de dinheiros com um produto para hidratar minha pele, mas pode ser que o produto que eu uso cause em vocês uma alergia, o que talvez um produto mais caro ou mais barato não causaria, entenderam?

Mas eu também não preciso ter 10 desse produto que me faz bem só por isso.
Cada um de nós sabemos o que nos deixa feliz, então as perguntas que vocês devem fazer sempre são:
Eu preciso realmente disso?
Eu preciso realmente comprar tudo isso?
Eu preciso realmente desse produto para ser feliz?
Eu preciso realmente guardar tudo isso se eu nunca uso?
Entre outras perguntinhas semelhantes.

Quantas coisas estão enchendo seus armários e que vocês não usam mais?

Quantas dívidas vocês adquiriram por querer ter além do necessário?

fotos by Pinterest
Enfim eu disse que sou uma quaaaaaaaase minimalista, porque na minha vida pessoal eu sou, mas na profissional… hmmmm Eu estou precisando urgentemente ser e aí vamos nessa comigo?
Comece com o mínimo em sua casa, ou com suas coisas, ou em seu atelier, não é fácil, mas o que me deixa mais tranquila é doar e saber que o que é demais pra mim pode ser o ideal para alguém.

Além de fazer o bem a alguém estou fazendo um bem a mim.

É isso gente, fico por aqui desejando uma semana espetacular e de paz para nós.
E se embarcarem nessa de serem minimalista me contem!!

Bjkitas imensas
E grata, muito grata por ter vocês aqui.

Marcela Moreira
Designer Gráfica, Encadernadora e CrafterPostei ouvindo: tv Discovery

Visitem e curtam nossa fanpage para conferirem as novidades por lá!

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: